O princípio “pensar globalmente, agir localmente” entrou na pauta de todo o planeta no fim do século passado e até hoje vem servindo de diretriz para a tomada de decisões de governos, de empresas e da sociedade civil organizada mundo afora. Por isso, o Ao Cubo vem cumprindo também o seu papel de formação de cidadania, incutindo em crianças e jovens valores de solidariedade e engajamento em causas sociais.

Um passo importante nessa direção foi a parceria firmada pelo colégio com o pré-vestibular comunitário Prefeb, criado neste ano pelo Centro Acadêmico de Medicina da UFRJ. Os cerca de 40 alunos de baixa renda assistidos pelo projeto receberam gratuitamente o material didático da Raiz Educação, o mesmo utilizado no Ao Cubo. Além disso, no segundo semestre, alguns projetos acadêmicos do colégio serão oferecidos para a turma do Prefeb, como forma de a escola usar a educação como ferramenta efetiva de inclusão.

Além disso, para ajudar a (grande) parcela da sociedade que vem enfrentando dificuldades com as baixas temperaturas do inverno deste ano, o Ao Cubo realizou a Campanha do Agasalho. Foram arrecadados mais 250 itens, entre casacos, cobertores, camisas, toucas e meias. As doações foram entregues ao Projeto Gramachinhos, que atende famílias em situação de extrema vulnerabilidade no antigo Aterro Sanitário de Jardim Gramacho. Graças à participação de um grande número de alunos nessa causa social, muitas pessoas viverão muito melhor nos próximos tempos.